5 razões para um Benfica bi-campeão!

Aqui tens as 5 razões para um Benfica bi-campeão falta a força e garra que mostrámos esta temporada

Estabilidade ”Em relação aos seus rivais, o Benfica foi o único que manteve o treinador. O treinador que já conta com seis épocas no comando desta equipa. Conhece não só todos os cantos à casa, como acumula muito conhecimento do campeonato português e suas idiossincrasias. Apesar das vendas de jovens valores, às quais se acrescenta Cardozo, continuaram jogadores no plantel que são verdadeiros líderes de balneário. Luisão, claro, ou Maxi, mas também Artur, que tem muita voz entre os brasileiros, ou Rúben Amorim.”

Experiência ”Considerado o plantel mais velho da Liga, isto traz também as suas vantagens. Ao contrário de épocas mais recentes nos momentos mais decisivos deram-se passos para o lado, em vez de passos para trás. Isto é, o modelo de Jesus não é propriamente de controlo e segurança, mas apesar disso os seus jogadores mais experientes souberam interpretar os momentos da época na perfeição com vista ao sucesso final.”

Jonas ”O brasileiro resgatado “livremente” ao Valência tem de ser considerado o melhor jogador da Liga NOS. Com uma técnica e capacidade de trabalho que o descolam de uma imagem de mero finalizador. Com ele o carrossel de jogo ofensivo do Benfica ficou afinado e no Estádio da Luz transformava-se em demolidor. O jogador mais decisivo da época.”

Jogos Grandes ”Num campeonato com equipas cada vez mais desiguais, a tendência é que o campeonato nacional seja sempre decidido nos jogos entre os três grandes. A vitória no Dragão foi uma surpresa para muita gente, até para os benfiquistas. Não só pelo resultado, mas pela forma como Jesus apresentou uma versão do Benfica de linhas baixas e entregando o domínio de jogo à equipa da casa. Em Alvalade mais do mesmo, e ali apareceu a estrelinha de campeão. Nos dois jogos na Luz, não foi o mesmo Benfica que se vê de futebol total semana após semana, mas tirou daí resultados proveitosos.”

Jesus, Jesus e Jesus ”Confirma-se, até para os mais cépticos como eu, que actualmente Jesus é dos melhores treinadores do mundo. Como disse várias vezes ao longo da época o FC Porto este ano tem o melhor plantel que já passou por Portugal nas últimas décadas. Em termos de potencial, que não foi aproveitado. Jesus com o seu pior plantel das seis épocas que treinouo Benfica tornou-se campeão. Sem o brilho de outros tempos, mas com pragmatismo. O melhor FC Porto perdeu o campeonato para o pior Benfica, e isso só pode ser obra do seu treinador. Porquê? Porque Lopetegui já demonstrou não ser mau treinador, as duas estruturas são bastante profissionais, as condições de trabalho são semelhantes, mas a qualidades e quantidade de soluções dos plantéis não se equivalem. Quando essa distância é anulada o mérito tem de ser do treinador.”

As razões foram escritas pelo site olhosnabola.

Comentários no Facebook